Documentário ‘Ariano: Ilumiaras’ será lançado em evento cultural promovido pela UFF

O documentário “Ariano: Ilumiaras”, dirigido pelo professor do Campus João Pessoa e cineasta, Claudio Brito, será lançado no 10º Interculturalidades – 50 anos do Movimento Armorial, promovido pela Universidade Federal Fluminense (UFF), entre os dias 7 e 18 de outubro. A obra será exibida neste sábado (17), a partir das 19h00, com transmissão via YouTube. Acesse aqui o link da transmissão.

Após a apresentação do filme, haverá uma mesa redonda sobre a Produção Audiovisual no IFPB, com a participação do diretor do documentário “Ariano: Ilumiaras”, Claudio Brito, o técnico em audiovisual da TVIFPB e diretor de fotografia João Carlos Beltrão e o pintor Manuel Dantas Suassuna.

O 10º Interculturalidades celebra, este ano, os 50 anos do Movimento Armorial, com uma programação de mesas de debates, lives artísticas, exposições, mostras de cinema e apresentações musicais inspiradas no movimento lançado, oficialmente, por Ariano Suassuna, no dia 18 de outubro de 1970. Acesse aqui o portal do evento.

O documentário “Ariano: Ilumiaras” propõe uma reflexão sobre o conceito do neologismo “ilumiara (“altar iluminado”, literalmente na obra do escritor Ariano Suassuna. Na década de 1970, ainda com o nome “lumiara”, o termo estava associado às itaquatiaras, conjuntos de lajedos insculpidos ou pintados por nossos antepassados, no Sertão do Nordeste, que, como a Pedra do Ingá, eram locais de culto. Saiba maissobre a obra clicando aqui.

Ariano: “Ilumiaras” faz parte de um projeto audiovisual maior, denominado “Ariano: Armorial”. Um trabalho que começou em 2007, com o documentário “Ariano Suassuna: Cabra de Coração ou O Cavaleiro da Alegre Figura” (49 minutos), que resultou de uma parceria entre a Uned-Floriano (Instituto Federal do Piauí) e o Instituto Federal da Paraíba. Já em 2009, foi exibido, no IFPB da capital paraibana, o documentário “Ariano: Impressões” (35 minutos). O terceiro documentário, intitulado “Ariano: Suassunas (131 minutos)”, foi exibido no IFPB, com a participação do casal Ariano e Zélia Suassuna e família, em abril de 2013. O filme recebeu o prêmio de Melhor Documentário de Longa-Metragem, concedido pela Academia Paraibana de Cinema. O documentário “Ariano: Ilumiaras” (73 minutos, 2020) é a quarta produção sobre o autor do Auto da Compadecida. A pentalogia será finalizada com o documentário de longa-metragem “Ariano: Armorial”, com o lançamento previsto para 2023.

Assessoria

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *