Ministério Público denuncia Flávio Bolsonaro e Queiroz por rachadinha

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou, segundo O Globo, nesta segunda-feira (28) ao Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) o senador Flávio Bolsonaro e seu ex-assessor Fabrício Queiroz.

Flávio é apontado como líder de organização criminosa que praticava rachadinha na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). Por sua vez, Queiroz é indicado como operador do esquema. Vale ressaltar que Flávio Bolsonaro já ocupou o cargo de deputado estadual no Rio. Os crimes teriam ocorrido nesse período.

Flávio e Queiroz são denunciados por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Promotores afirmam, com base nos dados das quebras de sigilo bancário e fiscal, que o senador utilizou ao menos R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo do esquema das rachadinhas. O senador teria usado ainda três métodos para lavar o dinheiro.

O esquema de rachadinha na Alerj já era investigado há mais de dois anos.

 

IG

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *