PB tem oito mortes confirmadas por dengue, zika e chikungunya em 2020

A Paraíba confirmou oito mortes causadas por dengue, zika e chikungunya em 2020, conforme dados do Boletim Epidemiológico das Arboviroses, divulgado nesta sexta-feira (9) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O documento aponta que a dengue lidera os registros de infecção das doenças, com 5.906 casos prováveis; seguido pela chikungunya, com 1.580 notificações; e zika, com 300.

De acordo com o boletim, as regiões de saúde com maior incidência de arboviroses são a 13ª, 4ª e 15ª, localizadas no Sertão, Borborema e Agreste, respectivamente.

O boletim também aponta uma redução dos casos prováveis de dengue, quando comparados ao mesmo período do ano de 2019, que passaram de 17.200 para 5.906.

A diminuição também acontece com os casos prováveis de zika, que passaram de 408 para 300. Já os casos prováveis de chikungunya mostram um aumento, com uma alta de casos que passaram de 1327 para 1580.

Carla também fez um apelo para que as pessoas, ao sentirem os sintomas, recorram a uma unidade de saúde para que os casos sejam identificados e para que os profissionais de saúde façam a notificação em tempo hábil.

G1
Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *