Abertura de novas empresas na Paraíba cresce 30% no auge da crise sanitária

A desburocratização do ambiente empresarial com a implantação do projeto Jucep Digital tem contribuído para a abertura de novas empresas na Paraíba. No período de 2020 a 2021, no auge dos desafios sanitários por conta da pandemia, a Junta Comercial do Estado da Paraíba (Jucep) registrou um crescimento de 30% na constituição de novas empresas, o que inclui filial e sede, e não considera Microempreendedores Individuais (MEI).

Segundo dados da Jucep, em 2019, foram constituídas 6.780 empresas; e em 2020, o número foi de 6.584. Com a adoção das medidas de desburocratização, por meio da implantação do Jucep Digital, o número saltou de 6.584 para 9.382 em 2021. Portanto, o auge da pandemia.

Com o programa Jucep Digital, a tramitação de todo o processo de abertura, alteração e até mesmo a extinção de empresas é realizada totalmente em ambiente digital, pela Internet, com assinatura digital e segurança jurídica, colocando à disposição dos usuários da Jucep os serviços prestados pela Autarquia. A iniciativa está inserida em mais uma ação do Governo Digital, que já disponibiliza mais de 100 serviços on-line à população paraibana. Além de garantir maior acessibilidade aos serviços prestados pela Jucep, o ‘Jucep Digital’ também assegura rapidez, comodidade, segurança jurídica e atendimento 24 horas em todos os dias da semana e pode ser acessado pormeio do endereço eletrônico.

Com isso, os empresários paraibanos ganharam incentivo na abertura de suas empresas, criando as condições necessárias para desenvolver a economia e gerar novos empregos. A expectativa é que este ano haja um crescimento maior na chegada de novas empresas com redução do tempo de abertura para apenas 48 horas.

 

Click PB

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.