Açudes no Vale do Piancó mantém-se em situação de normalidade

Um levantamento feito com base nos dados da Agência Executiva de Gestão e Águas (Aesa) mostrou que a maioria dos principais açudes da região do Vale do Piancó, no Sertão paraibano, iniciou o quarto trimestre de 2020 em situação de normalidade. Segundo o órgão de monitoramento, mesmo com a falta de chuvas, os mananciais mantiveram volume.

O maior reservatório da Paraíba, o açude de Coremas, localizado na cidade de mesmo nome, está — de acordo com registro feito nesta segunda-feira (5) — com 53, 5% da capacidade, o que corresponde a 394.796.913 de metros cúbicos de água. Já o Mãe Dágua, também no município coremense, se encontra com 53,46 %.

O açude responsável por abastecer Itaporanga, Cachoeira dos Alves, foi outro que permaneceu com volume normal. Neste ano, ele teve duas grandes sangrias. Os dados mostram que está com 8.402.891 m³, um total de 79,19%.

Embora a maioria dos mananciais esteja acima de 50% de capacidade, nenhum se encontra em período de sangria, evento esse que só ocorre no início do ano, durante as chuvas na localidade.

Confira dados de outros açudes:

Cafundó – Serra Grande: 73%;

Cochos – Igaracy: 81,91%;

Condado – Conceição: 49,51%;

Frutuoso II – Aguiar: 84,68%;

Jenipapeiro –  Olho Dágua: 44,85%;

Mameluco – Ibiara: 94,82%;

Piranhas – Ibiara 64,88%;

Pimenta – São José de Caiana: 74,81%;

Poço Redondo – Santana de Mangueira: 83,50%;

Queimadas –  Santana dos Garrotes: 85,92%.

 

 

 

Diamante Online

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *