Adriano faz apelo para reitores da UFCG e UFPB solucionar regulação nos HUs

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, fez um apelo, durante a sessão remota desta terça-feira (13), aos reitores da Universidade Federal da Campina Grande (UFCG), Antônio Fernandes Filho, e da Paraíba (UFPB), Valdiney Gouveia, no sentido de que sejam tomadas providências urgentes para solucionar o problema da regulação nos hospitais universitários das duas instituições.

Adriano ressalta o quanto está sendo difícil para a população conseguir uma vaga através da regulação nessas duas unidades de saúde, onde muitos paraibanos já morreram aguardando vagas, sobretudo neste período de pandemia. “Há uma burocracia infernal e uma organização fora de série, mas está faltando sensibilidade e amor ao próximo. Está faltando pessoas que compreendam que nós estamos tratando de vidas”, salientou.

O presidente apelou ao reitor da UFCG e demais gestores do HU de Campina Grande que resolva esse problema da regulação. Ele propôs a realização de um amplo debate na Assembleia Legislativa sobre este problema, para tornar a questão da regulação mais humana, solidária e atender melhor ao povo da Paraíba.

“Porque aqui tem uma história de um hospital pedir vaga ao outro e a central de regulação fica tentando resolver. Não sou profissional de saúde, mas acho que isso está errado. A central não deveria estar tentando ou pedindo vagas aos hospitais públicos ou privados conveniados ao SUS. A Central deveria ter o poder de verificar a oferta de vaga e mandar internar o paciente automaticamente. Essa regulação na Paraíba deixa muito a desejar”, finalizou.

 

 

Cristiano Teixeira

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *