Agência da ONU alerta que os próximos 8 anos podem ser os mais quentes já registrados

Um novo estudo da Organização Meteorológica Mundial divulgado neste domingo (6), durante o primeiro dia da COP 27 aponta que os últimos oito anos estão a caminho de serem os oito anos mais quentes já registrados.

A agência da ONU também alerta que ondas de calor extremas, secas e inundações devastadoras afetaram milhões de pessoas e custaram bilhões de dólares somente este ano.

Tudo isso tem uma explicação clara: o aumento contínuo das concentrações de gases de efeito estufa e o acúmulo constante de calor.

“Quanto maior o aquecimento, piores os impactos. Temos níveis tão altos de dióxido de carbono [um dos maiores contribuintes para a crise climática] na atmosfera agora que o 1,5°C do Acordo de Paris está mal ao nosso alcance”, disse o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas.

 

Terra

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.