Após ajudar Bolsonaro com carta, Temer diz que país precisa de ‘pacificação’ e ‘entendimento’

Após ajudar Jair Bolsonaro na divulgação da carta em que o presidente recua de ataques contra o Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-presidente Michel Temer disse em uma rede social nesta sexta-feira (10) que a “solução” para problemas do país “está na pacificação e no entendimento”.

Temer publicou o comentário junto com um vídeo no qual embarca em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB). O ex-presidente, que mora em São Paulo, esteve na quinta (9) com Bolsonaro para tentar contornar a crise institucional entre o Planalto e o STF gerada pelos atos antidemocráticos liderados pelo presidente na última terça (7).

“Sempre que fui chamado para ajudar o país, busquei o diálogo e coloquei as instituições acima dos homens. A solução para muitos problemas que os brasileiros enfrentam está na pacificação e no entendimento. Torço para que sigamos nesse caminho hoje e sempre”, escreveu Temer.

Bolsonaro mandou um avião a São Paulo a fim de buscar o ex-presidente para um almoço no qual discutiram a crise institucional e a redação da declaração, sugerida por Temer e divulgada à tarde.

Na “Declaração à Nação”, Bolsonaro afirmou que nunca teve “intenção de agredir quaisquer dos poderes”.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Segundo o texto, “as pessoas que exercem o poder não têm o direito de ‘esticar a corda’, a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia”.

Bolsonaro ainda creditou a crise institucional a “discordâncias” em relação a decisões do ministro do STF Alexandre de Moraes, a quem chamou de “canalha” na terça, e disse que essas questões “devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art 5º da Constituição Federal”.

Durante o encontro de quinta, Temer promoveu um contato telefônico entre Bolsonaro e Moraes, ministro da Justiça no governo do ex-presidente e indicado por ele para o STF. Segundo informou a jornalista Delis Ortiz, da TV Globo, a conversa foi amena e teve caráter institucional.

 

Terra

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *