Bancários cobram inclusão no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19 na Paraíba

Os bancários da Paraíba enviaram ofício ao governador João Azevêdo (Cidadania) e ao prefeito de João Pessoa Cícero Lucena (Cidadania) solicitando a inclusão da categoria no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas do Ramo Financeiro da Paraíba (Sintrafi-PB), a categoria já é considerada serviço essencial, mas na hora de ser priorizada na vacinação é deixada de lado. Os documentos foram enviados pela entidade na última quinta-feira (25).

Em entrevista ao ClickPB, o presidente da entidade, Lindonjhonson Almeida, explicou que assim como diversas outras categorias, como professores e policiais, os bancários devem ser inseridos no Plano de Imunização Estadual, pois trabalham com alto índice de contaminação, em ambientes fechados e com aglomerações, realidade que já foi denunciada inúmeras vezes, e que mesmo com fiscalização e multas, através do Ministério Público e do Procon, segue sendo o cenário enfrentado pelos funcionários das agências.

“Uma vez que diversas categorias profissionais já serão vacinadas com a conclusão da faixa etária dos 60 anos e demais grupos, é um direito, lutarmos pela vacinação dessa categoria que também está na linha de frente da contaminação desse vírus desde o início da pandemia. A atividade bancária foi considerada essencial em decreto federal e estadual, mas mesmo com o movimento sindical garantindo na luta o trabalho homeoffice, os rodízios e protocolos sanitários, os bancos não fecham, e os trabalhadores permanecem atendendo a população, em agências lotadas, para garantir pagamento de seus direitos, auxílios e salários. Por isso, solicitamos a inclusão da categoria no grupo prioritário para vacinação”, explicou.

Com o avanço no plano de vacinação na Paraíba com imunização de pessoas com comorbidades e categorias como docentes e policiais, o governador João Azevêdo (Cidadania), disse, no programa ‘Conversa com o Governador’, da última segunda-feira (22), na Rádio Tabajara, que, se o ritmo de vacinação continuar do jeito que se encontra, será possível avançar para policiais, professores, assim que for concluída do público acima de 60 anos de idades.

Segundo informações obtidas pelo ClickPB, quase 13 mil trabalhadores das áreas de segurança e salvamento na Paraíba, que incluem os policiais federais, militares e civis, assim como os bombeiros militares e civis e das Forças Armadas, devem ser vacinados contra Covid-19 nas próximas fases. Mais de 46 mil professores também serão imunização nas novas etapas de vacinação.

Na última quinta-feira (25), parlamentares protocolaram emendas à Medida Provisória 1.039/2021, que institui a retomada do Auxílio Emergencial, solicitando a inclusão dos empregados da Caixa – e da categoria bancária – no grupo prioritário para receber a vacina contra a Covid-19. A emenda 24, do deputado Pedro Uczai (PT/SC) solicita a inclusão de toda a categoria na lista de prioridades do Programa Nacional de Imunização. Ele considera que a vacinação da categoria vai contribuir para diminuir a disseminação do vírus.

 

 

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *