Bispo de Patos critica gastos de prefeituras com shows e diz que projeto para aumentar salários de vereadores e prefeito da cidade “é pecado e imoral”

O bispo de Patos, Dom Eraldo Bispo da Silva, criticou os gastos excessivos das prefeituras do interior com shows para o São João, sobretudo em uma época que existem problemas como a pandemia, desemprego e fome, que precisam ser priorizados.

“Venho acompanhando essas polêmicas das prefeituras contratando músicos por altíssimos valores, em favor da economia, mas sem olhar para as nossas cidades empobrecidas. Perderam o senso da moralidade e respeito ao outro”, declarou.

O religioso também citou outra polêmica recente dizendo que “é errado” e “é pecado” aumentar salários de prefeitos e vereadores. “Podem dizer que é constitucional, mas é imoral”, sentenciou.

A fala do religioso se refere ao projeto polêmico de aumento de salários de prefeito, vice e secretários da cidade. O projeto da mesa diretora tenta mais uma vez aumentar os subsídios.

 

 

Click PB

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.