Bolsonaro confirma presença no funeral da rainha Elizabeth II

O Ministério das Relações Exteriores confirmou a ida do presidente Jair Bolsonaro (PL) a Londres, em 19 de setembro, para acompanhar o funeral de Estado da rainha Elizabeth 2ª, que morreu na última quinta-feira (8), aos 96 anos de idade.

“O convite à cerimônia foi encaminhado, na noite do sábado (10), à Embaixada do Brasil em Londres. Consultado na manhã do domingo (11), o senhor presidente da República orientou o Itamaraty a responder positivamente ao convite”, informou o órgão.

Em entrevista a um jornal do Distrito Federal na quinta-feira (8), Bolsonaro disse que ainda decidiria sobre a viagem. “De acordo com o protocolo [do funeral], a gente decide o que fazer. Estamos em campanha, andando pelo Brasil. Vamos analisar se é o caso ir ou não. Serão dois dias da nossa agenda”, comentou Bolsonaro, durante entrevista a um jornal do Distrito Federal.

Ele informou que enviaria uma missão brasileira para representar o país se não conseguir ir pessoalmente. “Caso não seja possível, vamos mandar uma comitiva nossa para lá. A gente pede a Deus que acolha e conforte familiares. Nossas condolências a todo o povo, não só da Inglaterra como do Reino Unido.”

Após a confirmação da morte de Elizabeth 2ª, Bolsonaro decretou luto oficial no Brasil de três dias. O ato foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União.

“É declarado luto oficial em todo o País, pelo período de três dias, contado da data de publicação deste Decreto, em sinal de pesar pelo falecimento da Sua Majestade a Rainha Elizabeth II, do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte”, diz o decreto assinado pelo presidente.

 

 

Uol

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.