Bolsonaro reage à CPI da Covid-19 e aponta ‘interferência’ do STF

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (8) que o Supremo Tribunal Federal (STF) interfere nos outros Poderes ao mandar abrir a CPI da Covid-19. O titular do Planalto defendeu que o Senado deveria apreciar pedidos de impeachment de ministros do Supremo.

Criticando diretamente a Corte Suprema, Bolsonaro disse em entrevista à CNN Brasil, que “não há dúvida de que há uma interferência do Supremo em todos os Poderes”. E defendeu que o Senado ponha em pauta o pedido de impeachment de ministro do Supremo

Em sua decisão, o ministro Luís Roberto Barroso afirmou que estão presentes os requisitos necessários para a abertura da comissão parlamentar de inquérito, incluindo a assinatura favorável de mais de um terço dos senadores, e que o chefe do Senado não pode se omitir em relação a isso.

Para ele, a decisão do ministro Barroso de determinar que o Senado abra a CPI da Covid-19 tem a finalidade de atingir seu governo.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que a comissão neste momento será um ponto fora da curva e que pode “ser o coroamento do insucesso nacional no enfrentamento da pandemia”. E que as audiências da CPI podem ser uma antecipação da corrida eleitoral em 2022 e servir de “palanque político” para potenciais candidatos. Mas assegurou que cumprirá a decisão.

 

IG

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *