”Coronavac reduz em 97% o risco de morte”, diz Geraldo Medeiros após relatos de óbitos de pessoas vacinadas

Após começarem a circular relatos de pessoas que morreram de covid-19, mesmo após tomarem duas doses da vacina, o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, reforçou que as três vacinas disponíveis no Brasil (Coronavac, Astrazeneca e Pfizer) são seguras e eficazes. ”A Coronavac reduz em 97% o risco de morte, mas nenhuma vacina é 100%”, afirmou, em entrevista ao ClickPB.

O secretário ressaltou a eficácia da Coronavac, porque na maior parte dos casos relatados, a pessoa teria sido vacinada com o imunizante do Instituto Butantan. Geraldo Medeiros esclareceu, portanto, que a vacina funciona, mas não reduz em 100% o risco de morte, o que nenhuma vacina faz.

Outra questão a ser observada é que, segundo o secretário, em muitos casos de pessoas vacinadas que tiveram covid-19, a pessoa já estava com a doença quando tomou a segunda dose da vacina. ”Quando a pessoa contrai a doença passados 14 dias da segunda dose, geralmente são casos leves. É muito raro ter algum caso grave passado esse período”, disse.

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *