CRM interdita Trauminha de Mangabeira por inúmeras irregularidades

O Conselho de Medicina da Paraíba interditou eticamente os médicos que trabalham no Complexo Hospitalar de Trauma de Mangabeira Governador Tarcísio Burity – Ortotrauma (Trauminha) por denuncias de irregularidades constatadas em dez fiscalizações e não resolvidas até agora.

Dentre as irregularidades, as fiscalizações detectaram a quantidade insuficiente de equipamentos para atender a demanda; relato de agressões e o consumo de drogas no loca; pacientes com cirurgia infectada na mesma enfermaria de pacientes com cirurgia limpa; bem como fala de higiene nas dependências, como mofo e presença de insetos (baratas).

Foto: Reprodução/CRM

Enfermarias em péssimas condições, com banheiros necessitando de reparos, e iluminações precárias também estão entre os principais problemas detectados pela fiscalização no hospital.

Foto: Reprodução/CRM

Na manhã desta sexta-feira (28), o diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, esteve novamente no hospital e informou oficialmente a decisão de interdição à direção da unidade hospitalar sobre a decisão tomada durante reunião plenária, na quarta-feira (26), com os membros do Conselho.

O CRM informou que nos últimos quatro anos já foram realizadas dez fiscalizações no Trauminha, sendo constatado que poucas melhorias foram realizadas e os problemas se agravaram. A interdição tem início a zero hora deste sábado (29). Nesse caso, não poderão ser admitidos novos pacientes e os que já estão internados continuam recebendo atendimento médico até que tenham alta hospitalar.

 

Paraíba.com.br

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *