Delegado diz que homem usou tábua para matar mulher com goles na cabeça

O delegado responsável no caso de feminicídio ocorrido no início da manhã desta segunda-feira (14) no Bairro Jardim Planalto, na cidade de Catolé do Rocha, Homero Perazzo, disse que o principal suspeito de ter matado Ianny Cristina Rafael Rocha, de 35 anos, é o namorado dela que tem 23 anos de idade e reside na cidade de Brejo dos Santos.

Conforme as investigações, a vítima foi assassinada de uma forma cruel com uma forte pancada na cabeça onde o assassino teria usado uma tábua de carne para praticar o crime. O delegado informou ainda que a motivação tenha sido supostamente por uma crise de ciúmes após o indivíduo ter visto o Whatsapp da namorada.

Testemunhas relataram que estavam com a vítima e o suspeito, e cerca de 1h da madrugada ambos teriam ficado a sós na área de lazer. O apurado relata que após ter assassinado a mulher, antes de fugir o investigado jogou o celular da vítima dentro de uma piscina.

A Polícia Civil disse que o aparelho celular foi recuperado. De acordo com o delegado Homero Perazzo, as investigações prosseguem e ele pede o apoio da população através do 197 caso tenha informações do suspeito.

O FEMINICÍDIO

O corpo de Ianny Cristina Rafael Rocha, de 35 anos, foi encontrado na manhã desta segunda-feira (14) no Bairro Jardim Planalto, na cidade de Catolé do Rocha, no Sertão paraibano. Segundo informações da polícia, a vítima foi assassinada de maneira cruel. O cadáver estava de bruços em uma cama dentro de uma área de lazer que fica na saída para a cidade de Brejo do Cruz.

O crime chocou a região, visto que, a mulher era bastante conhecida, filha de um ex-vereador do município e prestava serviços no IFPB da cidade de Catolé do Rocha.

 

 

 

Fonte: Diário do Sertão

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.