Deputado não descarta Daniella e Aguinaldo em bloco de oposição e abre espaço para Cartaxo

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) deu detalhes, durante entrevista ao programa Rede Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação nesta quarta-feira (30), da reunião entre representantes de sete partidos que compõem o bloco de maioria da oposição na Paraíba. O encontro aconteceu no último dia 21 de junho no escritório do PSDB, em João Pessoa. Questionado sobre a ausência de nomes como o da senadora Daniella Ribeiro (PP) e do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), o tucano afirmou que a ausência no encontro se deu por motivos de agenda do progressista e não descartou uma composição com os dois para 2022.

“Não estamos colocando eles fora, muito pelo contrário, em Campina nós temos uma aliança com Lucas Ribeiro [filho de Daniella] e inclusive me dou muito bem com Lucas, Daniella e Aguinaldo… Naquele mesmo dia da reunião estava havendo um evento do governo do estado e o deputado teve que estar nele em função de emendas federais com João Azevêdo. Não tem como ele estar em dois locais ao mesmo tempo. Acabou que fizemos a reunião sem a presença deles, mas assim que acabou a reunião, o deputado Pedro e o prefeito Romero falaram com eles para que tivéssemos uma conversa muito clara e cristalina do que pode acontecer no futuro”, apontou.

Questionado sobre a ausência de outra liderança política de oposição ao governador João Azevêdo, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), o deputado estadual afirmou que há espaço para ele no bloco, mas que é preciso que o ex-gestor falar abertamente sobre o interesse em compor essa aliança. “Tem espaço para Cartaxo sim. Algumas pessoas inclusive vieram falar comigo que ele deveria ter ido, e como foi uma reunião que por conta da pandemia não houve como ter uma amplitude maior, algumas lideranças não tiveram como ir nessa. Ele não esteve conosco pelo momento. É preciso também outras discussões com o próprio Luciano para saber se ele estará conosco”, disse Tovar em entrevista à TV Arapuan.

Confira outros trechos da entrevista:

Romero favorito a ser o candidato da oposição
Entre Romero e Pedro, eu acho que o nome Romero, pelo mandato exemplar e com pouquíssimos retoques. Ele sai da Prefeitura com uma musculatura maior… Ainda existe esse sentimento em Campina de quero mais sobre ele, preciso de você, é você que nos representará, e em função disso, ele tem uma musculatura um pouco maior. Mas é preciso observar que nos próximos seis meses muita coisa pode mudar.

Sérgio Queiroz e Nilvan Ferreira na majoritária
Na reunião ninguém colocou esse sentimento de eu quero. O pastor Sérgio é um grande quadro, uma pessoa concreta, de currículo invejável. Em nenhum momento ele ou Nilvan bateram o pé e disseram eu quero ser candidato, ou vou ser, ao contrário, ficou estabelecido que vamos discutir com outros nomes que virão para que através de pesquisa possamos saber quem tem o melhor nome para montar esse quadro.

 

 

Portal Paraíba

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *