Ex-vocalista da Banda Calcinha Preta é assassinado dentro de casa

O ex-vocalista da Banda Calcinha Preta José Aparecido da Silva, conhecido como Sidney, de 57 anos, foi encontrado morto na casa onde morava, no Bairro Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro, em Sergipe, nesta quinta-feira (4).

O velório está ocorrendo nesta sexta (5), na Rua Canadá, Bairro América, em Aracaju.

Sidney foi o primeiro vocalista da banda de forró, que se formou em 1995, na capital sergipana. Na ocasião, ele fazia dupla com Luciana Linhares.

“Que Deus, meu amigo, lhe dê descanso eterno”, escreveu a cantora em uma rede social.

A assessoria da Calcinha Preta informou que deve se pronunciar sobre a morte nas próximas horas.

O crime

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, uma testemunha chegou ao local e encontrou a vítima no chão.

No Instituto Médico Legal, a causa da morte foi registrada como arma branca. Uma faca foi recolhida pela polícia. O corpo passou por exames periciais que devem confirmar a suspeita.

Ninguém foi preso. Informações sobre suspeitos pelo crime podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia através do telefone 181.

 

 

G1

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *