Forças russas assumem controle do porto de Mariupol e libertam reféns, diz Ministério da Defesa

O porto comercial de Mariupol foi completamente limpo de combatentes do batalhão neonazista ucraniano Azov, disse o Ministério da Defesa russo nesta quarta-feira.

De acordo com a agência, todos os reféns mantidos em navios no porto, incluindo estrangeiros, foram resgatados, enquanto os membros restantes das tropas ucranianas e combatentes do batalhão na cidade estão cercados.

Da mesma forma, a pasta de Defesa informou que, durante o dia, o Exército russo destruiu 36 objetos militares ucranianos com armas de alta precisão. Em particular, foram liquidadas duas bases de reparo e dois depósitos de mísseis e armas de artilharia nas cidades de Vrúbovka e Berestovoye, um posto de comando em Cherkásskoye, um depósito de combustível no distrito de Gulyai-Pole, entre outras instalações.

De acordo com o portfólio de Defesa, no total, desde o início da operação especial, as tropas russas destruíram 130 aeronaves, 103 helicópteros, 244 sistemas de mísseis antiaéreos, 447 veículos aéreos não tripulados, 2.173 tanques e outros veículos blindados, 243 lançadores múltiplos de foguetes , 937 unidades de artilharia de campanha e morteiros, bem como 2.082 unidades de veículos militares especiais.

Reuters

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.