Geraldo Medeiros afirma que Ministério da Saúde reduziu em cerca de 50% estimativas de entrega de vacinas para abril

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, afirmou em entrevista concedida ao Arapuan Verdade, da Arapuan FM, que a falta de vacinas para segunda dose em João Pessoa e Campina Grande é um reflexo da escassez de vacinas em todo o país. Na entrevista concedida nesta quarta-feira (14), Geraldo Medeiros contou que o cronograma de entrega de vacinas para abril foi modificado diversas vezes pelo Ministério da Saúde, e a quantidade foi reduzida em cerca de 50%.

O secretário também destacou que cidades maiores, como João Pessoa e Campina Grande, costumam ser procuradas pela população de cidades menores para a vacinação, o que contribui para as vacinas acabarem mais rápido. De acordo com a Prefeitura de João Pessoa, já foi identificado que 21 mil pessoas de outros municípios tomaram a vacina na Capital.

”Ao mesmo tempo, a gente passa a tranquilidade para o cidadão de que o distanciamento entre a primeira e a segunda dose não acarreta prejuízo para o cidadão”, disse o secretário. Segundo ele, um atraso de até 30 dias após a data marcada para a segunda dose não ocasionaria problemas.

”Estaremos recebendo até sábado novas doses e a situação será normalizada brevemente”, disse. o secretário também afirmou que há uma promessa do Ministério da Saúde de que doses das vacinas da Fiocruz e do Buntantan passarão a ser enviadas semanalmente.

 

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *