Governadores pedem manutenção de auxílio emergencial e proteção a empregos

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), reafirmou nesta sexta-feira (31) que os gestores estaduais pedem ao Governo Federal uma atenção maior a população mais pobre, com a manutenção do auxílio emergencial, proteção ao emprego e um plano de retomada da economia no país. Dias coordenada a estratégia para a vacina contra a covid-19 no Fórum Nacional de Governadores e é presidente do Consórcio Nordeste, que reúne nove governadores.

Nesta sexta-feira (31), o presidente Bolsonaro decidiu não prorrogar o estado de calamidade pública, decretado em decorrência da pandemia do novo coronavírus. No dia 18 dezembro, 17 governadores enviaram uma carta ao Palácio do Planalto pedindo a prorrogação de mais seis meses de decreto de calamidade.

Segundo Wellington Dias, o fim do auxílio somado ao desemprego irá gerar o aumento da miséria e um caos social. Ele lembra do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), que teve mais de 18 milhões de acordos celebrados entre julho e dezembro e cerca de 10 milhões de trabalhadores beneficiados.

O programa serviu para que houvesse acordo entre empregador e empregado, com redução de jornada de trabalho e salário, assim como a suspensão temporária do contrato de trabalho, para evitar a demissão.

Dias ressalta que a rede de proteção criada neste ano no Brasil teve sucesso, com bons resultados, mas não pode ser retirada no momento. Para ele, o país precisa manter o auxílio aos mais pobres e medidas de proteção ao emprego e ter um bom plano de retomada da economia?”, questionou.

 

 

 

Terra

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *