IBGE inicia treinamento do Censo que vai capacitar mais de 200 mil pessoas

Começaram, na última semana, os treinamentos presenciais para a formação da rede de instrutores do Censo Demográfico 2022. Cerca de 60 representantes das Unidades Estaduais do IBGE estão em Miguel Pereira, no interior do Rio de Janeiro, desde o dia 6 de dezembro, sendo capacitados para transmitir informações essenciais sobre a operação censitária às equipes que vão atuar em suas regiões. A primeira etapa de treinamentos termina na próxima sexta-feira (17).

O grupo está aprendendo procedimentos de percurso e cobertura dos setores censitários, conceitos dos quesitos que estão nos questionários (amostra e básico) e recebendo orientações quanto à abordagem ao entrevistado, especialmente durante a visita às terras indígenas e territórios quilombolas. Com apoio da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence), também são ensinadas técnicas didáticas aos novos instrutores.

“Estamos capacitando os primeiros instrutores das Unidades Estaduais. Eles vão repassar o treinamento para outros, formando uma rede instrutores, até iniciarmos a capacitação das equipes que vão visitar os domicílios. Usamos a estratégia de treinamento em cascata, partindo de poucos para muitos. Até o início da coleta, prevista para junho, serão mais de 200 mil pessoas treinadas”, explica a gerente de treinamento do Censo, Cynthia Damasceno.

Entre janeiro e fevereiro, os instrutores capacitados em Miguel Pereira vão formar mais instrutores nos polos estaduais, para que, em março, comece o treinamento dos coordenadores censitários de subárea (CCS). Os agentes censitários municipais (ACM) e agentes censitários supervisores (ACS) serão treinados em abril. E por último, em maio, acontece o treinamento dos recenseadores, cerca de dez dias antes do início da coleta das informações nos domicílios brasileiros, prevista para junho.

Esse é mais um evento de capacitação do Censo na modalidade presencial desde o início da pandemia. Os primeiros foram realizados para o testes em Paquetá (RJ) e nas 27 unidades da federação. Durante o período de isolamento social, o IBGE realizou algumas capacitações online para manter a segurança dos envolvidos, mas com o avanço da vacinação pelo país e mediante deliberação do Conselho Diretor, os treinamentos presenciais foram retomados, seguindo os protocolos sanitários, como uso de máscara de proteção.

“O formato presencial está sendo muito proveitoso porque ajuda a resolver alguns problemas que na modalidade remota nós não conseguimos superar, principalmente quanto ao uso dos dispositivos móveis de coleta (DMCs), semelhante a um smartphone, e a localização dos recenseadores em campo, usando mapas, por exemplo”, explica o gerente de Territórios Tradicionais e Áreas Protegidas do IBGE, Fernando Damasco, um dos instrutores das equipes.

A coordenadora do Censo no Acre, Lara Torchi Esteves, está participando do treinamento em Miguel Pereira. Para ela, essa etapa inicial do Censo é fundamental para toda a rede de coleta, porque é através do treinamento que são compreendidos os padrões metodológicos e todos os conceitos que vão ser aplicados pela Unidades Estaduais durante o Censo.

“O treinamento presencial é muito valioso. Não tem comparação com o treinamento realizado online. Aqui a gente tem a oportunidade de tirar dúvidas face a face, falar com as pessoas que são responsáveis por cada tema e sair daqui com a certeza de que vamos fazer o melhor trabalho possível na nossa Unidade Estadual”, disse a Lara.

Treinamentos do Censo também terão etapas a distância

Embora a maior parte das cadeias de treinamentos do Censo seja presencial, outras terão etapas remotas ou na modalidade híbrida, com treinamentos presenciais e online. As equipes das áreas administrativa e de informática, por exemplo, receberão treinamentos a distância. Já os coordenadores da Pesquisa Pós-Enumeração, realizada logo após o término da coleta, serão capacitados com aulas presenciais e remotas.

Foi desenvolvido também um curso a distância para treinamento dos agentes que farão a Pesquisa do Entorno, que coleta informações sobre a infraestrutura urbanística antes do início do recenseamento. A equipe do Centro de Apoio ao Censo (CAC) será capacitada de forma presencial. O CAC será responsável pelos atendimentos por telefone àqueles que optarem por responder ao Censo pela internet.

O IBGE preparou ainda um curso a distância para formação dos ACMs, ACSs e recenseadores, com informações essenciais sobre a operação censitária. O curso será disponibilizado, em formato de apostila, já no período de inscrição do próximo processo seletivo. O conteúdo será cobrado nas provas.

“Queremos que os candidatos a ACM, ACS e recenseador cheguem com noções sobre o Censo. A preparação dos candidatos para o processo seletivo facilitará muito a integração deles junto ao IBGE e agilizará a etapa de treinamento prático e presencial com o dispositivo móvel de coleta (DMC)”, afirma o coordenador técnico do Censo Demográfico, Luciano Duarte. “Toda essa etapa inicial em Miguel Pereira nos ajuda a ajustar o conteúdo para que quando chegar a vez do recenseador, o treinamento esteja coeso, dinâmico e seja eficiente”, completa.

Novo processo seletivo e devolução da taxa de inscrição

O IBGE está concluindo os trâmites finais do novo processo seletivo do Censo 2022. Serão oferecidas 207.020 vagas para ACM (5.500 vagas), ACS (18.420) e recenseador (183.100), em todos os municípios do país. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é a empresa organizadora. Em breve, o cronograma de inscrições será divulgado nos canais oficiais do Instituto.

No último dia 3 de dezembro, foi a iniciada a devolução da taxa de inscrição aos candidatos do processo seletivo simplificado do Censo 2021, cancelado em outubro. O pedido de reembolso deve ser feito pelo candidato no Portal do IBGE, e o valor será restituído em até 40 dias após a solicitação. A orientação vale também para ressarcimento aos inscritos no processo seletivo do Censo, cancelado em 2020.

As inscrições nos processos seletivos de 2020 e 2021 não serão válidas para a seleção de 2022. Os interessados deverão fazer nova inscrição e pagar a taxa de inscrição para participar do novo processo seletivo. O Censo Demográfico visitará os mais de 70 milhões de domicílios brasileiros, em todas as cidades do país, a partir de junho do próximo ano.

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *