IFPB decide que não retornará atividades presenciais em 1º de março

Reunião realizada nessa sexta-feira (5) pelo Colégio de Dirigentes do IFPB optou pelo não retorno das atividades presenciais no dia 01/03. Gestores das 21 unidades e os pró-reitores expuseram seu ponto de vista sobre o atual curso das atividades remotas desenvolvidas no IFPB e as futuras possibilidades de retomada das atividades presenciais.

“Precisamos estabelecer o nosso diálogo interno para ter, dentro do possível, um alinhamento de percepção para que adotemos uma medida uníssona no nosso instituto, como temos feito desde que a pandemia chegou”, enfocou o Reitor Nicácio Lopes, ressaltando a postura prudente e cautelosa que o IFPB vem adotando ao longo do tempo.

Na oportunidade cada gestor realizou colocações sobre a realidade local do seu território e refletiram sobre a vivência no campus, a fim de construir um posicionamento institucional acerca do retorno das atividades presenciais. Todos foram unânimes em descartar a possibilidade de retorno no dia 01/03.

A Pró-Reitora de Ensino, Mary Roberta, defendeu que ainda não é o momento para o retorno das atividades presenciais e apresentou um quadro com o posicionamento das Instituições Federais, discutidos no âmbito da Rede Federal. Mary destacou que todos têm adotado uma postura coesa pela defesa da vida e da saúde pública, assim como o IFPB vem fazendo.

O Pró-Reitor de Assuntos Estudantis, Manoel Macedo, apontou alguns aspectos como o agravamento da pandemia e a lenta chegada da vacinação. “Temos que ter nossa posição a partir das nossas realidade e convicções. Desde o começo nossas ações foram pautadas na valorização da vida. Analisaremos os diversos contextos”, ponderou.

Também foram discutidas na reunião questões orçamentarias por parte do governo federal e a consolidação de protocolos de biossegurança necessários para o retorno.

Desta forma, o grupo reiterou a impossibilidade de retorno no dia 1º de março, além da criação de um processo permanente de avaliação do cenário epidemiológico visando subsidiar planejamento e mensuração das condições de biossegurança para o retorno. Outros encaminhamentos foram no sentido de retomar os trabalhos dos GTs; fortalecer o protagonismo ao Comitê de Crise; seguir as diretrizes que o CONIF estabelecer e continuar o compromisso na oferta de uma educação de qualidade e preservação da vida.

A próxima reunião do Codir será realizada ainda este mês de fevereiro.

 

 

Wscom

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *