Incidência de Covid-19 em escolas da Paraíba é menor de 1%: “perspectiva boa de evoluir na quantidade de horas presenciais”

O índice de prevalência de Covid-19 em escolas da Paraíba está abaixo de 1%. Foi o que apontou o primeiro balanço do Programa Continuar Cuidando Educação, que trata da primeira etapa do inquérito sorológico realizado com estudantes e professores do Ensino Infantil e divulgado nesta quinta-feira (11). O resultado é considerado “animador”, por parte do secretário Estadual de Educação e da Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado.

Nessa primeira etapa foram testados 1.998 estudantes e 722 professores. O resultado mostrou que o nível de prevalência do coronavírus foi de 0,6% nos estudantes e 0,3% nos docentes do Ensino Infantil. No fim do ano passado, o levantamento apontou que o índice era de 2,2% em crianças de 0 a 9 anos, mesmo sem existir nenhuma atividade presencial nas unidades de ensino.

Ao ClickPB, o secretário Cláudio Furtado destacou que o avanço da vacinação em outros grupos prioritários contribuiu para redução dos índices de prevalência da doença em crianças. “Nós ficamos bastante animados, ou seja, essa primeira etapa. Ainda falta, a que nós divulgaremos na próxima semana, a do Fundamental e posteriormente do Ensino Médio. Isso nos dá uma perspectiva boa de evoluir na quantidade de horas presenciais para os alunos numa próxima etapa de retorno”, comentou.

Na próxima semana serão divulgados os resultados da etapa que envolve os estudantes e docentes do Fundamental Anos Iniciais (1º ao 5º) e em seguida será feito os testes com o Fundamental Anos Finais (6º ao 9º) e Ensino Médio (fim de novembro e início de dezembro). “Agora a gente espera o resultado do inquérito como todo para que a gente tome posição e posicionamento para as aulas do ano que vem”, revelou ao ClickPB.

Nessa primeira etapa foram visitadas 231 escolas, distribuídas em 91 municípios das 14 Gerências Regionais de Educação. Do total de escolas, 145 eram da rede municipal e 86 da particular.  A redução da incidência é apontado pelo avanço da vacinação, apesar desta faixa etária ainda não ter recebido o imunizante. Porém, o avanço da imunização em outros grupos diminui a circulação e contaminação das crianças.

Este programa analisa como se dá a transmissão da covid-19 diante do aumento das atividades presenciais nas escolas. Assim, através de testes de antígeno, a presença do vírus está sendo mapeada no ambiente educacional das redes pública e privada de todas as regiões de educação e saúde da Paraíba.

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *