Índia diz que Brasil se precipitou ao enviar avião buscar vacinas

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Índia, Anurag Srivastava, apontou que “é muito cedo” para dar respostas sobre exportações das vacinas produzidas no país. Ele deu a entender que o Brasil se precipitou ao enviar um avião para buscar 2 milhões de doses de vacinas no país.

Durante uma coletiva de imprensa, Srivastava afirmou que a campanha nacional de imunização no país está apenas no início. “É muito cedo para dar uma resposta específica sobre o fornecimento a outros países, porque ainda estamos avaliando os prazos de produção e de entrega. Isso pode levar tempo”.

Apesar disso, o porta-voz não deixou claro se a resposta vale para o lote que já foi importado pelo Brasil, ou se apenas para os próximos.

O governo federal enviou um avião rumo à Índia para buscar as doses nessa quinta-feira (14) A Aeronave chegará no país nesta sexta-feira (15). De acordo com informações obtidas pelo G1 , a exportação será adiada por alguns dias por “questões logísticas”.

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *