João Azevêdo chama de ‘pequenez política’ veto de Bolsonaro a compra de vacina chinesa

O governador João Azevêdo (Cidadania) se pronunciou nesta quarta-feira (21) após o presidente Jair Bolsonaro vetar a compra de 46 milhões de doses da vacina Coronavac para combate à Covid-19. Bolsonaro disse que os brasileiros não podem ser ‘cobaia’.

Azevêdo declarou que a ação do líder do Executivo Nacional é uma ‘pequenez política’ em meio à pandemia.

“É a pequenez da política e que não deveria existir”, disse.

Posição de Bolsonaro

O presidente Bolsonaro cravou nesta quarta que “não compraremos a vacina da China”.

Nas redes sociais, ele disse ainda que “para o meu Governo, qualquer vacina, antes de ser disponibilizada à população, deverá ser COMPROVADA CIENTIFICAMENTE PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE e CERTIFICADA PELA ANVISA.”

 

 

Wscom

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *