Juros longos mais baixos vão impulsionar crescimento

O secretário do Tesouro, Bruno Funchal, afirmou nesta segunda-feira (26) que gostaria de juros longos mais baixos para impulsionar o crescimento, mas voltou a frisar que isso dependerá da volta à trajetória de consolidação fiscal.

Ao participar do X Congresso Internacional de Contabilidade, Custos e Qualidade do Gasto no Setor Público, ele afirmou que se o país não fizer seu dever de casa, os juros subirão, o que terá impacto na atividade econômica e também na despesa com juros.

Segundo Funchal, o desafio do país é travar o crescimento das despesas e voltar a ter aumento de arrecadação. Nesse sentido, ele afirmou que é preciso “endereçar grande agenda de reformas”, citando iniciativas como a reforma tributária e a PEC do Pacto Federativo.

 

 

Agência Brasil

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *