Mães se acorrentam em frente ao TJPB e pedem mudanças no tratamento de filhos autistas

Em ato de protesto, mães que integram Associação de Pais de Autistas da Paraíba se acorrentaram na manhã desta terça-feira (9), em frente ao prédio do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), no Centro de João Pessoa. Elas reivindicavam atenção do órgãos públicos sobre a cobertura pelos planos de saúde em relação ao tratamento prescrito às pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

O julgamento que vai definir o entendimento sobre o tratamento será realizado hoje pelo TJPB.

Sobre o julgamento
Uma análise do Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR) sobre Transtorno do Espectro Autista, que vai decidir se a cobertura pelos planos de saúde devem ou não custear o tratamento prescrito a esses pacientes, já tinha sido marcado para o dia 27 de setembro. Mas, na época, o julgamento foi adiado.

O Movimento Pais de Autistas da Paraíba explica que o tratamento é feito de acordo com o método ABA (tradução de análise do comportamento aplicado). No entanto, a representante alega que, ao solicitar o método ao plano de saúde, os pacientes têm seus pedidos negados.

De acordo com a associação, sem estes tratamentos, devidamente indicados em laudos médicos, pessoas com autismo não conseguem se desenvolver de maneira independente, causando prejuízos ao seu neurodesenvolvimento, o que causa consequências nas relações sociais e familiares.

 

Portal Paraíba

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *