MPE pede deferimento da candidatura de Carmelita Mangueira em Diamante

O Ministério Público Eleitoral pediu nessa sexta-feira (16) o deferimento do registro da candidatura de Carmelita Mangueira (Republicanos) à prefeitura de Diamante (PB) por ela está em pleno gozo dos direitos políticos. O documento foi assinado pelo promotor Alcides Leite De Amorim.

Para a decisão, o promotor apontou que a atual prefeita apresentou documentação capaz de comprovar sua elegibilidade, notadamente com a certidão da própria Justiça Eleitoral informando da sua quitação. Sendo assim, não seria possível representar impugnação do regsitro.

No dia 8 deste mês, o MPE havia pedido a indeferimento da candidatura dela, uma vez que estaria na condição de inelegibilidade por ser condenada por captação ilícita de sufrágio (art. 41-A da Lei nº 9.504/1997) no Processo nº 1149662012, em decisão (colegiada ou transitada em julgado) proferida pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, nas eleições de 2012.

A candidata irá disputar o pleito com o vereador Edvan Bezerra (Republicanos) como vice.

Os outros candidatos à prefeitura diamantense também tiveram o deferimento do registro das candidaturas. Clarice Melo (Cidadania) e Hermes Filho (Podemos), ficaram aptos para concorrer ao pleito, dia 15 de novembro.

 

 Diamante Online
Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *