Navio pega fogo na Indonésia, e 300 pessoas são resgatadas

Equipes de busca e resgate estão procurando por uma pessoa desaparecida depois de resgatar todos os outros passageiros de um ferry boat que pegou fogo na Indonésia, disse um oficial neste domingo (30). Pouco depois de partir, o barco pegou fogo, obrigando passageiros e tripulantes a pularem no mar para se salvarem. Não há vítimas relatadas até o momento.

A embarcação Karya Indah estava indo para Sanana, um porto remoto no nordeste do arquipélago indonésio, quando foi envolvida pelas chamas.

“Havia 275 pessoas a bordo, 274 foram evacuadas com segurança”, disse Muhammad Arafah, chefe da equipe local de busca e resgate, à TV Kompas no domingo. “Uma pessoa, um homem de 43 anos, ainda está sendo procurado.” Ele acrescentou que pelo menos 35 passageiros eram crianças.

Dezenas de equipes de resgate ainda estão vasculhando a área em busca da pessoa desaparecida.

Imagens compartilhadas pela agência de busca e resgate mostraram o ferry boat envolto em uma fumaça densa e escura, enquanto os passageiros com coletes salva-vidas eram resgatados por balsas.

Mais de uma dúzia de tripulantes foram detidos e interrogados pela polícia local para determinar a causa do incêndio.

Acidentes marítimos são comuns na Indonésia devido a padrões de segurança insatisfatórios. Mas as balsas de passageiros são amplamente utilizadas para transporte no arquipélago de cerca de 17.000 ilhas.

Em 2019, 21 pessoas morreram quando uma balsa sobrecarregada afundou em mares agitados na costa norte de Java.

Em 2018, cerca de 160 pessoas morreram afogadas quando uma balsa da Indonésia afundou nas profundezas de um dos lagos mais profundos do mundo na ilha de Sumatra. E estima-se que mais de 300 pessoas morreram afogadas em 2009, quando uma balsa naufragou entre Sulawesi e Bornéu.

 

 

RFI Brasil 

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *