Nova remessa de vacinas é destinada para ​trabalhadores de saúde, quilombolas e população acima de 60 anos; Saúde orienta para fechamento de esquema vacinal

A nova remessa de vacinas que a Paraíba recebeu, nesta sexta-feira (16), pouco mais de 110 mil, e enviada aos municípios, são destinadas a 1ª e 2ª doses da população, seguindo o Programa Nacional de Imunização (PNI). Devem ser beneficiados nesta etapa trabalhadores de saúde, população quilombola e acima de 60 anos de idade. Um percentual de doses foi destinado para cada grupo.

De Sinovac/Butantan foram destinadas 53% de doses para a população de 65 a 69 anos, o que vai beneficiar 31.170 pessoas nesta remessa referente a 2ª dose. Do mesmo imunizante foram enviados mais 7,9% de doses para a população 60 a 64 anos para imunizar a 1ª dose, o que vai beneficiar 12.670 pessoas.

Já da Astrazeneca/Fiocruz, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB), pontuou, em Informe Técnico, que foram destinados de 1ª dose vacinas para 6,7% trabalhadores de saúde, o que corresponde a 7.110 pessoas, 41% da população de 60 a 64 anos (51.270) e 44% da população quilombola (7.720).

Ainda conforme o documento que o ClickPB teve acesso, do total de doses para 1ª dose nesta remessa destinou-se 80% do total para continuidade na população de 60 a 64 anos; 10% destinado a ser aplicado na população quilombola; e 10% foi destinado a ser aplicado na população de trabalhadores da saúde.

A SES-PB, dentre as orientações, recomenda o “gerenciamento, por parte de cada coordenação municipal, das doses 2 (D2) enviadas, atentando ao prazo de aplicação. Priorizar sempre o fechamento do esquema vacinal”.

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *