“Ômicron tende a ser predominante nas próxima semanas, por isso temos que vacinar as crianças”, diz secretário

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, foi o entrevistado do programa Tribuna Livre, da TV Arapuan, nesta quinta-feira (30) e deu detalhes sobre a variante ômicron da covid-19 e também do surto de gripe que acomete vários estados do Brasil.

De acordo com Medeiros é imprescindível a vacinação de crianças pois a ômicron “tende a ser predominante nas próximas semanas”, assim como a tendência é “atingir quem não se vacinou e as criança ainda não se vacinaram”. “Por isso a importância dos pais, familiares e cuidadores de levarem as crianças assim que for liberado”, destacou.

O secretário destacou que a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19 (Cetai), vinculada ao Ministério da Saúde, assim como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já aprovaram a aplicação da vacina da Pfizer com ⅓ da dose em crianças de 5 a 11 anos. “Temos mais de 7 milhões de crianças vacinadas no mundo, sem eventos adversos graves e não há porque não vacinar nossa crianças, até porque nos Estados Unidos temos uma média de 800 crianças internadas diariamente em decorrência da covid, com algumas indo para a UTI e até óbito”, disse.

Geraldo Medeiros justifica a importância da vacinação das crianças apontando que apesar do número não tão alto de óbitos de crianças pelo menos 85 desenvolveram síndrome pós-covid, com sequelas neurológicas, cardiovasculares e respiratórias, em decorrência além da quantidade grande de mais de 2 mil crianças que estão sequelas. “Não é só a morte, mas as sequelas. Na África do Sul, onde a variante foi identificada, 21 crianças morreram em poucos dias, nos Estados Unidos as emergências e UTIs pediátricas. São 320 mil casos por dia [naquele país]. Daí a importância dos pais vacinarem seus filhos”, completou.

 

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *