Pandemia da Covid-19 terá 2022 de transição e se transformará em doença endêmica nos próximos anos, diz secretário

Daniel Beltrammi, secretário executivo de gestão da rede de Unidades de Saúde da Paraíba, declarou que a perspectiva para 2022 da pandemia de Covid-19 é do início de uma transição de pandemia para uma endemia. Ele ressaltou a importância da vacinação de crianças para diminuir a circulação do vírus.

“Necessariamente precisamos poder prover a cobertura vacinal nas faixas etárias de 5 a 11 anos e mais adiante também poder alcançar as crianças menores de 5 anos. A nossa aposta repousa, então, sobre a possibilidade de termos maior cobertura vacinal e a partir dessa cobertura ainda maior proteção para reduzir a circulação do vírus e para evitar a todo o custo casos moderados e graves da doença covid-19″, disse.

O secretário declarou ainda que a doença deve estar controlada nos próximos anos, mas a população precisará conviver com o vírus em certos períodos do ano.

“Desta forma nós vamos fazer 2022 um ano de transição no meio de um quinquênio, no meio de um intervalo de 5 anos, com 2020/2021 marcado pelos anos mais difíceis, 2022 um ano de transição para que tenhamos um 2023 em 2024 em que o vírus paulatinamente vai sendo colocado na condição de endemia e não de pandemia, o que significa dizer vírus presente nos períodos das estações mais frias e chuvosas do ano, o que significa então que convivemos com o novo Coronavírus, mas com ele em absoluto e maior controle, podendo então fazer com que a gente possa esperançar pensar em dias melhores”, declarou.

Ele ainda ponderou que “Claro que vai depender de todos e de cada um de nós vacina no braço máscara no rosto pelo tempo que for necessário enquanto vírus circula com grande intensidade”.

 

 

Wscom

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.