Polícia cumpre mandado de prisão contra detento acusado de ser ‘piloto de fuga’ de quadrilha

Um trabalho da Polícia Civil resultou em mais dois mandados de prisão cumpridos nessa terça-feira, 21 de junho, em João Pessoa. A investigação é da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio da Capital (DCCPAT) e já culpabilizou oito integrantes de uma organização criminosa especializada em roubo a cofres e caixas de estabelecimentos comerciais.

Os mandados judiciais cumpridos ontem vinculam sentenças de condenação pela prática do crime de roubo majorado, delitos consumados nos anos de 2018 e 2019. O alvo é um homem de 27 anos de idade, que está preso em um presídio de João Pessoa e poderá cumprir mais 29 anos de reclusão, por causa dessa investigação da Polícia Civil.

O detento é apontado como o “piloto de fuga” da organização criminosa. A operação foi batizada de ‘Fita Dada’ porque também cabia ao preso a função, na organização, de recrutar funcionários dos estabelecimentos comerciais assaltados com o intuito de obter, através deles, informações privilegiadas a respeito da dinâmica dos caixas e localização dos cofres a serem roubados.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.