Polícia Federal prende ex-ministro da educação, Milton Ribeiro

O ex-ministro da Educação e pastor, Milton Ribeiro, foi preso na manhã dessa quarta-feira (22) em uma operação da Polícia Federal, intitulada ‘Balcão’, que investiga um esquema de corrupção para liberação de verbas envolvendo pastores evangélicos durante a gestão dele à frente MEC. A informação foi publicada no jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, Ribeiro foi preso em sua casa na cidade de Santos, Litoral paulista e deve ser transferido para Brasília ainda nesta quarta-feira.

Além de Ribeiro, a PF também cumpre mandados de prisão contra os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura.

Investigações

A PF investiga Ribeiro por suposto favorecimento aos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura e a atuação informal deles na liberação de recursos do ministério. Há suspeita de cobrança de propina.

O inquérito foi aberto após o jornal “O Estado de S. Paulo” revelar, em março, a existência de um “gabinete paralelo” dentro do MEC controlado pelos pastores.

Dias depois, o jornal “Folha de S.Paulo” divulgou um áudio de uma reunião em que Ribeiro afirmou que, a pedido de Bolsonaro, repassava verbas para municípios indicados pelo pastor Gilmar Silva.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.