Prefeitura de Pedra Branca determina novo fechamento de atividades não essenciais

A Prefeitura de Pedra Branca (PB) publicou um novo decreto determinando o fechamento de atividades comerciais não essenciais pelo prazo de 15 dias.

Conforme o documento, a medida vale para academias de ginástica e de saúde; campos e quadras de esportes de qualquer natureza;  áreas de lazer, clubes recreativos, balneários e boates; agremiações sindicais e associações de qualquer natureza; bares;  restaurantes e lanchonetes, que, entretanto, poderão funcionar mediante entrega em domicílio, exclusivamente, desde que fornecidos os pedidos em embalagens descartáveis, vedado expressamente o consumo no ambiente dos respectivos estabelecimentos.

O decreto ainda lista lojas de conveniências; salões de beleza e centros de estética; escolas privadas e demais serviços educacionais de qualquer natureza; feiras livres e de animais.

Para a nova providência, o governo municipal considerou, dentre outros motivos,  a necessidade de atualizar as determinações à população para o correto enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavirus (COVID-19); o egistro de quatro casos do novo Coronavírus nos últimos cinco dias, totalizando oito casos no total, e, por fim, a necessidade de buscar meios adequados para evitar a disseminação da doença.

Ficam excetuados da proibição de funcionamento as seguintes atividades: I – os órgãos de imprensa, os meios de comunicação e a telecomunicação em geral; II – as prestadoras de serviço de internet; III – as clínicas e os estabelecimentos médicos e odontológicos; IV – os laboratórios de análises clinicas; V – as farmácias; Administração – Josemário Bastos de Souza Secretária – Maria do Socorro Bastos de Souza Edição –11-02-2021 Ano: 2021 Mês: Fevereiro pg. 02 Atos do Poder Executivo VI – os distribuidores e revendedores de água e gás; VII – a distribuidora de energia elétrica; VIII – os postos de combustíveis; IX – as funerárias; X – as padarias; XI – as clínicas veterinárias; XII – as atividades de construção civil; XIII – os estabelecimentos de material de construção; XIV – os supermercados, os mercadinhos, as mercearias, os frigoríficos e afins; XV – os estabelecimentos comerciais de vestuário, calçado, ótica, armarinhos e papelarias; XVI – a indústria de qualquer natureza.

Em caso de descumprimento das medidas adotadas neste Decreto, os responsáveis deverão ser devidamente identificados e encaminhados às autoridades competentes para análise da infringência dos arts. 268 e 330 do Código Penal.

Veja o DECRETO completo

 

 

 

 

Diamante Online

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *