Presidente do TRE-PB diz voto impresso é retrocesso

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Joás de Brito, disse, nesta segunda-feira (16), considerar um retrocesso a possibilidade de adoção do voto impresso nas eleições. Segundo ele, o atual sistema é bastante seguro e blindado a qualquer tipo de invasão que visem manipular o resultado das eleições.

Durante entrevista ao programa Frente a Frente, da TV Arapuan, o desembargador lembrou que existem 33 barreiras protegendo o atual sistema da urna eletrônica. Ele disse que os equipamentos não são interligados na internet e por isso não podem ser manipulados para alterar o resultado. “O sistema é auditável, em toda seção é impresso um boletim de urna, que se somado, como acontece nas coberturas dos veículos de imprensa, se chegará ao resultado que é divulgado pela própria Justiça Eleitoral ao fim da apuração”, afirmou.

O presidente do TRE disse que apesar de defender o atual sistema, respeita quem pensa diferente. “Nós respeitamos quem por ventura pensar diferente, mas temos absoluta convicção de que o atual sistema é seguro e confiável”, destacou.

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *