Quase 70 modelos de smartphones são compatíveis com a tecnologia 5G

Nem todos os modelos de aparelhos celulares são compatíveis com a rede 5G homologada pela Anatel. Nesta quarta-feira (6), a estreia da rede 5G em Brasília marca uma nova fase no setor brasileiro de telecomunicações.

Nokia G50, Moto g200 e iPhone 12 são alguns dos modelos que permitem velocidades a partir de 1 gigabit por segundo (Gbps) necessário para o uso da rede.

A Samsung tem 25 aparelhos que podem usufruir da tecnologia. Com nome comercial, estão entre eles o Galaxy Note 20 5G, Galaxy Note 20 Ultra 5G, Galaxy Z Fold2 5G, Galaxy S21 5G e o Galaxy S21 Ultra G5.

Da Apple apenas nove são compatíveis: os iPhone SE, iPhones 12, iPhone 12 Mini, iPhone 12 pro, iPhone 12 Pro Max, iPhone 13, iPhone 13 mini, iPhone 13 Pro e o iPhone 13 Pro Max.

Entre os 14 smartphones da Motorola estão o Motorola Edge, Motorola Moto G50 5G, Motorola Edge 20, Motorola Edge 20 Pro, Motorola Edge 20 Lite, Moto G71, Motorola Moto G 5G Plus, Moto g200, Motorola Moto G 5G e o Moto G G100.

O smartphone precisa ser habilitado para operar novas frequências, leiloadas pela Anatel em 2021. A velocidade 4G tem, em média, 13 Mbps e pode chegar a 80 Mbps. A rede 5G “pura” (chamada de standalone) permite velocidades a partir de 1 gigabit por segundo, equivalente a mil megabits (Mbps).

Outros smartphones 5G, certificados e homologados, podem ser conferidos no site da Anatel pelo número do modelo. Além disso, a Anatel diz que:

“A homologação é pré-requisito ao uso e comercialização do produto no Brasil, devendo o consumidor, antes de adquirir tais produtos, verificar o código de homologação estampado no chassi (ou no manual do produto) e consultar a sua operadora sobre a compatibilidade do produto à rede. Dessa forma, o consumidor poderá usufruir de maneira plena dos benefícios das redes de telecomunicações 5G, sem correr riscos à utilização do produto.”

 

 

O Globo

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.