Rei do duplo sentido, cantor paraibano João Gonçalves morre, vítima de infarto, aos 85 anos

Morreu na madrugada desta segunda-feira (21), aos 85 anos, o músico paraibano João Gonçalves. Ele foi vítima de um infarto, em Campina Grande.

João é autor de clássicos da música popular nordestina, a exemplo de “Severina Xique Xique”, “Mate o véio”, “Galeguin dos zói azu”, sucessos na voz de Genival Lacerda.

Considerado o “rei do duplo sentido”, João teve seu LP quebrado, na década de 1970, pelo apresentador de televisão, Flávio Cavalcante. O fato, ocorrido em plena ditadura, não só trouxe fama como o colocou sob os olhares dos militares. Em João Pessoa, ao cantar na Festa das Neves, teve de se apresentar à Polícia Federal e a sua canção, “Pescaria em Boqueirão”, foi proibida.

 

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *