Renan Calheiros diz que Bolsonaro “já tem o slogan de 2022”: “Caguei”; outros políticos reagem

Os membros da CPI do Genocídio rebateram com um misto de ironia e desprezo à resposta chula de Jair Bolsonaro ao pedido de esclarecimentos sobre o encontro em que o deputado Luís Miranda (DEM-DF) denunciou o suposto esquema de corrupção na compra da vacina Covaxin. Em live na noite desta quinta-feira (8), o presidente disse: “Sabe qual a minha resposta? Caguei. Caguei para a CPI”. Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI, foi direto ao ponto: Bolsonaro já encontrou seu slogan para 2022.

Veja Bolsonaro anunciando, na avaliação irônica do relator da CPI, seu slogan de campanha:

“Que síntese. Nunca um governo foi tão bem definido em uma palavra. Parabéns Bolsonaro, foi o que o senhor fez mesmo. Já tem o slogan de 2022”, tuitou Renan Calheiros.

Vice-presidente da CPI e chamado “saltitante” por Bolsonaro, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que a resposta “não é à CPI, é ao povo brasileiro”.

“É importante frisar: a resposta do Presidente não é à CPI, é ao POVO BRASILEIRO! Seu desprezo pela vida é a resposta dele para as mais de meio milhão de famílias enlutadas. Ele ofende o povo que quer vacina, que está com medo de morrer enquanto tem gente ROUBANDO”, escreveu Randolfe.

Delegado de polícia por 17 anos, Alessandro Vieira (Cidadania-RS) afirmou que “a única diarreia do Bolsonaro relevante para o país é a mental, que está na base de uma gestão fracassada e irresponsável”.

“Nós brasileiros é que vamos limpar essa sujeira. Qualquer outra manifestação tosca e grosseira não merece resposta. Já passamos de meio milhão de mortos”, tuitou.

Eliziane Gama (Cidadania-MA), que representa a bancada feminina na CPI, diz que “ao usar palavra chula para atacar a CPI da Covid e esconder denúncias de corrupção sob o tapete, o presidente apenas mostra a sua falta de grandeza”. “E a sua linguagem definitivamente não é compatível com a grandeza do povo brasileiro”.

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *