São Paulo entra na fase vermelha que permite apenas serviços essenciais

O governo de São Paulo deve anunciar nesta quarta-feira (3) novas medidas para tentar conter o agravamento da pandemia do novo coronavírus. A expectativa é que todas as regiões passem a classificação de fase vermelha do Plano São Paulo, que passará a valer a partir de sexta-feira (5).

Na fase vermelha aumentam as medidas restritivas e podem funcionar apenas serviços considerados essenciais, como farmácias, supermercados e padarias, açougues, postos de combustíveis, lavandeiras, meios de transportes, oficinas de veículos, atividades religiosas, hoteis, pousadas, bancos, pet shops e serviços de entrega.

Fica proibido o atendimento presencial em restaurantes, comércios e lanchonetes, mas podem funcionar pelos sistemas de delivery e drive thru. Shopping centers, academias, salões de beleza e barbearias também não podem abrir. Eventos, convenções e atividades culturais presenciais estão proibidas.

Inicialmente o estado adotou medidas de restrição com toque de recolher para impedir o funcionamento de festas e eventos a partir das 23h, mas os casos continuaram crescendo e diversos municípios precisaram adotar medidas ainda mais rígidas.

Mesmo com as proibições no funcionamento de bares e restrições para restaurantes, membros do Centro de Contingenciamento avaliaram que a situação do estado e de todo o país era crítica. O estado apresentou, na 9ª semana epidemiológica, 14,7% a mais de internações por covid-19 do que o registrado no pico da primeira onda da doença, em julho do ano passado.

Apesar disso, a expectativa é que as escolas continuem abertas com funcionamento limitado a 35% do número de alunos matriculados, como já prevê atualmente o plano, apesar do secretário de Saúde se dizer favorável à suspensão das aulas presenciais.

 

 

Terra

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *