Seleção Brasileira goleia a Bolívia por 4 a 0 na altitude de La Paz

Invencibilidade mantida e novo recorde estabelecido. A Seleção Brasileira voltou a desfilar seu futebol, na noite desta terça-feira (29), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022, e goleou a Bolívia por 4 a 0, no Estádio Hernando Siles, em La Paz.

Com mais esse triunfo, além da liderança e da invencibilidade, a Canarinho chegou aos 45 pontos e bateu o recorde da competição, que antes era de 43 pontos e pertencia à Argentina.

O jogo

A Seleção Brasileira teve mais a bola no pé durante o primeiro tempo e soube jogar com inteligência para reduzir os efeitos da altitude de La Paz. Antony, aos 11, chegou com perigo pela direita, cortou para o meio, mas bateu para fora.

Na sequência, Paquetá arriscou de fora da área e também errou o alvo. Do outro lado do campo, Alisson fez grande defesa, após finalização de Henry Vaca, aos 20.

Na resposta rápida, o Brasil foi para cima com Bruno Guimarães, que limpou a marcação e deu passe açucarado para Paquetá abrir a contagem no Hernando Siles, aos 23.

Tentando o segundo, a Canarinho apostou nos arremates de média distância com Daniel Alves, Coutinho e Antony. Até que, aos 44, Fabinho achou Antony na direita, o camisa 18 partiu em velocidade e cruzou rasteiro, a bola desviou na zaga e se ofereceu para Richarlison estufar as redes: 2 a 0.

Na volta do intervalo, os bolivianos assustaram em cabeçada de Marcelo Moreno, aos dois, e novamente Alisson brilhou para salvar o Brasil. Enquanto no setor ofensivo, Dani Alves fez o levantamento para Richarlison, mas Rubén Cordano chegou antes do atacante para afastar o perigo, aos cinco.

No minuto seguinte, Dani Alves arriscou mais um cruzamento e quase surpreendeu o arqueiro adversário. Ainda antes dos dez minutos, a Bolívia voltou ao ataque com Ramiro Vaca, que viu Alisson mais uma vez evitar o gol.

Retomando o controle das ações ofensivas, a Seleção teve chances com Paquetá e Gabriel Martinelli. Mas foi Bruno Guimarães que anotou o terceiro tento brazuca. Aos 20 minutos, o camisa 17 recebeu de Lucas Paquetá e pegou de primeira para marcar um golaço em La Paz.

Mais tarde, Martinelli teve duas oportunidades para deixar o dele. Na primeira tentativa, a finalização esbarrou no goleiro. E na segunda, o atacante deu lindo drible na marcação, bateu por cima do goleiro, mas viu a bola passar rente à trave.

A Bolívia ainda tentou responder com Henry Vaca. Mas foi novamente o Brasil que voltou a balançar as redes. Já na marca dos 45 minutos, Bruno Guimarães apareceu pela esquerda e tocou para Rodrygo chegar batendo, o arremate parou no goleiro e sobrou para Richarlison fechar a conta brasileira: 4 a 0.

 

 

G1

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.