‘Só vai abrir o que está no decreto e quem descumprir nós acionaremos a Justiça’; alerta procurador do Estado

‘Só vai abrir o que está no decreto e quem descumprir nós iremos à Justiça. É simples assim’. O alerta foi dado pelo Procurador Geral do Estado Fábio Andrade, para os comerciantes que insistirem em abrir estabelecimentos no período de 27 de março a 4 de abril, conforme novo decreto do Governo Do Estado e publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (26).

Fábio Andrade, que foi o entrevistado do Programa Arapuan Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação, afirmou ainda que não adianta o município tentar elaborar um decreto menos restritivo do que o do Governo do Estado, porque a Justiça não vai aceitar. “ O que decreto que vale é o mais restritivo”, destacou.

Ainda durante a entrevista, o procurador Geral do Estado afirmou que o momento é de união entre Estados municípios e a população em geral.  “ Esse período de 27 de março a 4 abril não é um feriadão prolongado para as pessoas irem à praia, para as suas casas de campo, fazer festas ou viajarem. O momento é de ficar em casa, para reduzir a circulação das pessoas e se se precisar sair que saia com máscara. Se isso não for feito não vai adiantar de nada o esforço que vem sendo feito pelo Governo do Estado para barrar essa pandemia” explicou Fábio Andrade.

Para o procurador, o governador João Azevêdo está tomando tais medidas restritivas não por vontade própria, mas porque o momento exige que sejam adotadas essas decisões.  “ O Objetivo do Governo do Estado com esse decreto é para salvar vidas  e esperamos a compreensão e ajuda de todos nessa luta.

 

Paraíba.com.br

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *