Viveiro Florestal de Plantas Nativas produziu cerca de 17 mil mudas da Mata Atlântica

A presença de árvores não apenas embeleza a cidade mas traz benefícios relativos à estabilidade climática, ao conforto ambiental, bem como à saúde física e mental dos moradores. Na Capital, a Prefeitura de João Pessoa incentiva o plantio de mudas nativas da Mata Atlântica com a distribuição de exemplares em eventos públicos e privados durante todo o ano. Somente este ano foram produzidas 17.000 mudas no Viveiro Florestal de Plantas Nativas, administrado pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam).

O espaço, localizado no bairro Valentina de Figueiredo, trabalha com espécies de plantas da Mata Atlântica, principal bioma onde está inserida a cidade de João Pessoa. A produção é feita a partir de sementes coletadas em árvores consideradas matrizes, em vários pontos da Paraíba, selecionadas e beneficiadas, até se transformarem em pequenas mudas. Quem tiver interesse pode adquirir até duas unidades no local.

Entre as espécies produzidas no Viveiro estão Sibipiruna, Pau-brasil, Pau Formiga, Jacarandá, Castanheira do Maranhão, Castanha do Pará, Ipêzinho de Jardim, Guapuruvú, Barriguda, Craibeira e Chichá, além dos Ipês Rosa, Amarelo, Branco e Roxo.

No local, a população recebe orientações técnicas sobre o transporte, plantio, espaço adequado para o cultivo e a manutenção da árvore. Para o engenheiro agrônomo da Semam, Martinho Queiroga, chefe da Divisão de Arborização e Reflorestamento da Semam e coordenador geral do Viveiro Florestal, é imprescindível que a população siga as orientações da equipe técnica para garantir a adaptação da espécie no espaço urbano, levando em conta pontos importantes como redes elétricas, de água e esgoto, além das dimensões e obstáculos existentes nas calçadas.

Ele ainda lembrou o Programa Árvores da Cidade, um dos projetos da Semam por meio do qual a Prefeitura estimula os moradores a retomarem o hábito de ter árvores nas calçadas com o plantio de mudas nativas nos passeios públicos de ruas beneficiadas com a pavimentação e drenagem. “Cada rua pavimentada tem sua calçada padronizada com espaço para receber uma muda de árvore. Estamos padronizando e dando prioridade a mudas de árvores de porte pequeno a médio para evitar problemas na fase adulta com a fiação elétrica e com raízes nas tubulações subterrâneas”.

Segundo Martinho Queiroga, a equipe da Semam faz um estudo de quais espécies são mais indicadas para cada área e, após o plantio, é feito o monitoramento das árvores em parceria com os moradores.

Mudas – A Semam vem realizando plantio em áreas urbanas como canteiros centrais de ruas e avenidas, praças, parques, escolas públicas, CREIS (Centros de Referência em Educação Infantil), condomínios entregues à população pela Prefeitura, além da recuperação de áreas degradadas. Em 2021 foram plantadas e distribuídas 14.138 mudas de plantas nativas da Mata Atlântica. “Em 2022, chegou a 17 mil, dessas 5.850 foram doadas. As demais foram plantadas em área degradadas e estão separadas para os Plantios do Programa Árvores da Cidade”.

Viveiro – Quem quiser adquirir uma muda de árvore nativa da Mata Atlântica pode se dirigir ao Viveiro Florestal, na rua Embaixador Sérgio Vieira de Melo, s/nº – bairro Valentina Figueiredo. Aberto de segunda a sexta, das 8h às 16h. São doadas até duas mudas de árvores por pessoa. Mais informações pelo telefone (83) 98176-3199.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.