Bolsonaro declara apoio a Rodrigo Pacheco para presidência do Senado

Em reunião com parlamentares do MDB, o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido) declarou apoio ao senador mineiro Rodrigo Pacheco (DEM) para presidente do Senado. A eleição acontecerá no dia 2 de fevereiro.

O MDB é um dos partidos que estuda lançar candidatura própria para a disputa, e a decisão de Bolsonaro foi informada por ele mesmo, nessa sexta-feira (8), durante encontro com senadores da sigla. Oficialmente, o presidente ainda afirma neutralidade na eleição.

Pacheco também é apoiado pelo atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM). Ele é o único nome certo na disputa, mas além do MDB, outras legendas podem lançar candidaturas.

Além de Bolsonaro, PSD, Pros e Republicanos confirmaram apoio a Pacheco, nessa sexta. Sendo assim, o mineiro tem 22 parlamentares com o voto comprometido a ele. O senado conta com 81 senadores.

 

Uol

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *