Bolsonaro veta parte do perdão a dívidas tributárias de igrejas, mas pede que Congresso derrube veto

O presidente Jair Bolsonaro vetou, parcialmente, uma proposta aprovada no Congresso que perdoava dívidas tributárias de R$ 868 milhões de igrejas. A lei deve ser publicada na edição desta segunda-feira (14) do “Diário Oficial da União”.

O texto foi aprovado pelo Congresso Nacional previa isenção do pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL); anistia das multas recebidas por não pagar a CSLL e Anistia das multas por não pagamento da contribuição previdenciária.

Desses três pontos, Bolsonaro manteve apenas o item 3. Os outros dois foram vetados porque, segundo o governo, a sanção poderia ferir regras orçamentárias constitucionais.

Apesar do veto, o governo divulgou um material onde aponta que o presidente “se mostra favorável à não tributação de tempos de qualquer religião”, mas que, de acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, no entanto, “A eventual sanção poderia implicar em crime de responsabilidade”.

O perdão já havia sido incluído em outro projeto de lei sobre o mesmo tema, mas sem relação com igrejas e templos. O trecho foi sugerido pelo deputado David Soares (DEM-SP), filho do religioso RR Soares, da Igreja da Graça, justificando que o pagamento de tributos penaliza os templos.

Nas redes sociais, o presidente publicou na noite deste domingo (13) que defende a derrubada do próprio veto.

Foi mantido o trecho que “confirma e reforça” que pagamentos feitos pelas igrejas a ministros e membros das congregações não são considerados remuneração e, por isso, não sujeitos à contribuição previdenciária.

A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), órgão ligado ao Ministério da Economia recomendou o veto ao perdão das dívidas alegando que “não parece ser possível ao legislador, diante do princípio da isonomia e da capacidade contribuitiva, que desonere ou renuncie à receitas públicas sem estar albergado em valores de envergadura constitucional”.

 

 

Terra

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *