Brasil confirma mais 860 mortes por covid-19 e total vai a 449 mil

O Ministério da Saúde confirmou neste domingo (23) mais 860 mortes por covid-19 no Brasil, elevando o total de vítimas para 449.068. O órgão também registrou mais 35.819 casos. São 16.083.258 diagnósticos no país.

Há 14.492.167 pessoas recuperadas da doença no Brasil e 1.142.023 casos em acompanhamento.

Os registros de mortes não se referem a quando alguém morreu, mas ao dia em que o óbito por coronavírus foi informado ao Ministério da Saúde. Aos fins de semana e segundas-feiras há menos registros não porque morrem menos pessoas, mas porque há menos capacidade operacional (menos funcionários) das secretarias estaduais de saúde em reportar e do Ministério da Saúde em compilar os dados. A média móvel matiza essas variações abruptas.

MÉDIA DE MORTES E CASOS

A curva é uma média do número de ocorrências confirmadas em 7 dias. A média móvel de novas mortes no país, incluindo as deste sábado, é de 1.902. Está abaixo de 2.000 pelo 12º dia seguido. A última vez em que isso aconteceu foi em 16 de março.

Já a curva de novos casos está em 65.112 casos.

MORTES PROPORCIONAIS

O Brasil tem 2.105 mortes por milhão de habitantes. Todos os Estados têm mais de 1.000 mortes por milhão. Rondônia e Amazonas superam 3.000.

O Brasil ultrapassou a Eslovênia em número de mortes por milhão na 6ª feira e agora ocupa a 9ª posição no ranking mundial. Na 4ª feira (19.mai), já havia passado a Itália e subido para o 10º lugar. Subiu duas posições em 3 dias.

A Hungria lidera a lista, com 3.063 mortes por milhão.

 

 

Uol

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *