Campina Grande registra aumento na taxa de internação por Covid-19, após fechamento de leitos de hospitais

A Secretaria de Saúde de Campina Grande registrou um aumento na taxa de ocupação de leitos para covid-19 na cidade. A elevação do índice de internação é, na verdade, um reflexo do fechamento dos leitos exclusivos para pacientes com o novo coronavírus do Hospital Universitário e do Hospital de Trauma de Campina Grande.

A taxa de ocupação das UTIs, que antes estava abaixo dos 30%, subiu gradativamente e agora está em torno de 48%. O aumento se deve exatamente ao encerramento dos leitos dos hospitais, que eram unidades majoritariamente de UTI. Os leitos de enfermaria seguem com ocupação de 24%.

Anteriormente, Campina Grande tinha 337 leitos do SUS exclusivos para covid-19. Após a desativação dos leitos do HU e do Trauma, o número de leitos do SUS passou a ser de 253. “Ou seja, a proporção subiu porque a oferta de leitos de internação caiu, mas não significa dizer que tivemos aumento de pacientes. O número segue estabilizado e, mesmo com essa desativação, temos uma situação confortável”, disse o secretário de Saúde, Filipe Reul. O município tem ainda 84 vagas de internação na rede privada.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que segue com todos os leitos do Hospital Municipal Pedro I e do Hospital de Campanha funcionando normalmente, além dos espaços destinados ao atendimento de pacientes com covid-19 na maternidade do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida e no Hospital da Criança e do Adolescente.

Além disso, 15 Unidades Básicas de Saúde de Campina Grande permanecem fazendo a testagem de pessoas com suspeita da doença, e outros três Centros de Testagem foram habilitados pelo Ministério da Saúde para acolhimento dos pacientes, sendo a UBS Maria de Lourdes Leôncio (Cruzeiro), UBS Ricardo Am

 

 

Click PB

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *