Com 28 mortes de crianças até 11 anos por Covid-19, Paraíba inicia vacinação e secretário pede aos pais que ‘abandonem fake news’ e imunizem filhos

Os municípios paraibanos iniciam, neste fim de semana, a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19. O secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, ressaltou nesta sexta-feira (14) a importância da imunização, lembrando os dados da Covid-19 para a faixa etária. Durante a pandemia, a Paraíba confirmou 437 casos de covid-19 em crianças com até 11 anos de idade, com 28 mortes: “Não tenham receios, abandonem fake news”, disse.

“Essa informação mostra que o desconhecimento e o analfabetismo científico de algumas pessoas  que alegam que as crianças não adoecem e quando adoecem é um problema simples, é o retrato disso, uma evidência pequena que em um estado pequeno como a Paraíba, mas temos evidências maiores como os Estados Unidos, 800 crianças sendo internadas diariamente em função de que não se vacinaram. Portanto,  pais as mães não tenho dúvidas, a vacina é segura. Vamos vacinar nossas crianças paraibana anos de 5 a 11 anos de idade”, disse Geraldo à Tv Cabo Branco.

A vacina que será aplicada nas crianças de 5 a 11 anos é embalada em um frasco diferente do usual. Ela terá ⅓ da dose que é aplicada em adultos e a secretaria informou que a aplicação ocorrerá em salas especiais para que não haja erros.

“As doses apresentam invólucro alaranjados e os rótulos para diferenciar na vacina do adulto. Além disso, tem um terço da dose e a recomendação da Secretaria Estadual de Saúde é que as salas de vacinação para crianças sejam distintas das de adultos para não haver nenhum tipo de erro de interpretação”, destacou

A Secretaria de Saúde, por meio do Núcleo Estadual de Imunizações e Gerência Executiva de Vigilância em Saúde, começa neste sábado (15), às 7h da manhã, a distribuição aos 223 municípios paraibanos das primeiras 23.600 doses pediátricas do laboratório Pfizer destinadas à vacinação de crianças de 5 a 11 anos.

A vacinação infantil vai começar nas crianças a partir dos 11 anos, em ordem decrescente de idade. Primeiro, serão as crianças com deficiência permanente e com comorbidades; indígenas e quilombolas e crianças que convivem com idosos, na mesma casa e, na sequência, todas as demais crianças, por ordem decrescente.

 

Wscom

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *