Coordenador do GAECO garante que Edvaldo Rosas e Pietro não delataram; caso Livânia está na jurisdição estadual

O coordenador do GAECO no Ministério Publico estadual, Octavio Paulo Neto, garantiu ao Portal WSCOM que inexiste na conjuntura da Operação Calvário as delações dos envolvidos Edvaldo Rosas e Pietros Harley, apesar dos muitos rumores improcedentes.

– Até agora não fomos procurados por nenhum advogado, em que pese os rumores, garantiu.

CASO LIVÂNIA – Ainda sobre os efeitos da delação da ex-secretária de Admijistração do Estado, Livânia Farias, em torno da Operação Calvário envolvendo diversas autoridades do Estado, ele explicou que a “colaboração” da ex-dirigente se mantém na justiça comum estadual.

– A colaboração de Livânia foi submetida à subprocuradoria que atua no STJ, que fez uma apreciação e ao final foi remetida à justiça comum estadual, pois não viu indícios (na colaboração) de qualquer fato que ensejasse sua competência, concluiu.

 

 

Wscom

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *