Dados do Ministério da Saúde mostram aplicação de doses vencidas da AstraZeneca em 6 cidades da Paraíba

Seis cidades da Paraíba, de um total de 160 em 23 estados brasileiros, aplicaram vacinas vencidas contra a Covid-19 na população, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde. Os microdados de vacinação compilados pela pasta apontam que 1.254 pessoas – 94 em território paraibano – foram inoculadas com doses de lotes do imunizante da Oxford/AstraZeneca cuja data de expiração já tinha passado.

Para chegar a informação, o (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Portal Metrópoles, cruzou as informações oficiais sobre vacinas aplicadas com os registros de envios de imunizantes para as unidades da federação, onde constam a data de vencimento para cada lote.

As cidades paraibanas que receberam e aplicaram doses vencidas do imunizante, segundo os dados divulgados pelo Ministério da Saúde / Portal Metrópoles, foram: Alagoa Grande (69 doses); Brejo dos Santos (1 dose); Campina Grande (4); Esperança-(15); Itapororoca (4); e Queimadas (1).

Ainda de acordo com os dados levantados, o problema envolve as doses de três lotes de vacinas produzidas pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford fabricadas na Índia e importadas pelo Brasil, os lotes 4120Z001, 4120Z004 e 4120Z005. São grupos de imunizantes cuja data de validade, de seis meses, já expirou.

Veja as cidades que aplicaram as vacinas vencidas na Paraíba:

Cidade / Quantidade

ALAGOA GRANDE-PB – 69

BREJO DOS SANTOS-PB – 1

CAMPINA GRANDE-PB – 4

ESPERANÇA-PB – 15

ITAPOROROCA-PB – 4

QUEIMADAS-PB – 1

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *